Share |

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Paris Saint Germain, o novo rico da França


O dinheiro jorra nos cofres do Paris Saint Germain. Com a chegada do acionista majoritário Nasser Al-Khelaifi muitas coisas mudaram na equipe francesa. O presidente Robin Leproux saiu e deu lugar ao ex-diretor financeiro Benoit Rousseau. O brasileiro Leonardo abandonou o cobiçado técnico do Internazionale de Milão para ser o manager da equipe.

Mas as mudanças que começaram fora de campo também acontecem dentro dele. O técnico Antoine Kombouaré foi mantido e ganhou muitos presentes. os mais valiosos foram o zagueiro Diego Lugano, o ponta Jéremy Menez e o ótimo meia-atacante Javier Pastore, que era cobiçado pelos grandes europeus e custou 37 milhões de euros.

Além deles, outros bons jogadores como Matuidi, Douchez, Gameiro, Arnaud, Ngoyi, Bisevac, Sirgu e Momo Sissoko foram contratados dando ao time da capital francesa o rótulo de favorito para conquistar o torneio nacional.

Mas não para por aí. Os boatos dão conta que José Mourinho já teria acertado sua ida a Paris na próxima temporada. O salário ele escolherá. Será que procede? A única certeza é que o Paris Saint Germain deve voar nesta temporada e mais milhões de euros para contratações devem sair dos cofres do Qatar no ano que vem.

Rodrigo Stafford

0 comentários:

Postar um comentário