Share |

Adeus, Falcão!


O Campeonato Brasileiro vai começar agora para o Internacional. Paulo Roberto Falcão foi demitido do Colorado, que procura um novo treinador. O favorito é Dunga, que assim como Falcão também foi ídolo da torcida. Cuca corre por fora.

- O Dunga é um líder, tem conhecimento, demonstrou isso na Seleção Brasileira. É um treinador preparado. Tem experiência. É um dos treinadores que está no mercado – disse Luigi.

A campanha de Falcão com19 jogos, com oito vitórias, quatro empates e sete derrotas, não derrubou apenas o treinador. Grande parte dos dirigentes deve sair junto com Falcão.

Rodrigo Stafford
Leia mais

E a seleção brasileira, hein?


Agora é fácil reclamar da seleção brasileira. Dizer que faltou raça, técnica, jogadores, e até treinador. Acho que a eliminação veio no acaso dos pênaltis. É verdade que bateram pior que a média, mas é acaso. Se fosse 5 a 4 para o Paraguai dava no mesmo.

A convocação mostrou coisas importantes como que não dá para apostar todas as fichas em garotos como Neymar e Ganso. Eles não podem ser protagonistas, por enquanto. A renovação precisa de jogadores melhores. Não dá para chamar André Santos, Jadson (que até foi bem, mas já beira os 30 anos), Adriano e Elias. Lucio também já deu. A surpresa agradável foi Fred, que quando requisitado apareceu bem, apesar do pênalti perdido.

Mano Menezes fez uma campanha na qual foi eliminado nas quartas de final com três empates e uma vitória. Será que ele não corre riscos de ser demitido? Deveria, não é?

Rodrigo Stafford
Leia mais

Impressões Campeonato Brasileiro - rodada 7


Um time que vence fora de casa por 4 a 0 não pode deixar de ser o destaque da rodada, Foi o que aconteceu com o Internacional que sapecou 4 a 0 no Atlético-MG sem dó nem piedade. O time de Falcão começa a se acertar e sabe na tabela. O mesmo acontece com o Cruzeiro, de Joel Santana, que já venceu duas seguidas.

Falando em Joel Santana, o Cruzeiro venceu o Vasco por 3 a 0, em São Januário. O resultado foi elástico demais, mas justo, já que os mineiros foram melhores no segundo tempo e souberam matar o jogo. Destaque para o golaço de Montillo. O Vasco não foi mal e não deve demorar a se recuperar.

O Flamengo venceu o América por 3 a 2, em noite de apagões. começou bem e apagou. Sofreu a virada e acendeu. Virou o jogo e deu sorte que a partida terminou. A expulsão do jogador mineiro foi fundamental para a vitória rubro-negra. olho aberto em Ronaldinho e Deivid, que parecem estar voltando a jogar bola.

O Fluminense ganhou do lanterna Atlético-PR, mas foi o grande derrotado. Isso porque perdeu seu maior craque, o argentino Conca, que está indo para o futebol chinês. A saída do camisa 11 deve mudar o patamar tricolor na competição. Se sonhava com o título ou uma vaga na Libertadores, ficou muito mais complicado.

Elkeson talvez seja a grande contratação do futebol brasileiro nessa temporada. Como joga! Ele liderou o botafogo em uma excelente vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo. O time de Caio Junior parece que vai aprontar nessa temporada.

Rodrigo Stafford

Leia mais

Seleção brasileira: O vexame da tática errada


Tardiamente, vou escrever sobre a desastrosa estreia da seleção brasileira na Copa América. Foi um empate sem gols contra a "poderosa" Venezuela. Mas nem é isso que me chama mais a atenção. É o esquema tático da equipe.

Há anos, dizemos que o melhor da seleção brasileira é a dupla de zaga. Tanto faz se jogam Lúcio, Juan, David Luiz, Thiago Silva e até o eterno reserva Luisão, a defesa cumpre bem seu papel. então porque não jogar com três zagueiros?

Acho que a seleção ficaria mais equilibrada e teria melhor poder de marcação e chegada ao ataque. É verdade, que minha equipe titular não é muito longe da de Mano Menezes, mas nem sonho que ele coloque o time para jogar em um 3-5-2, muito menos em um 3-4-3, meu esquema predileto, com os dois atacantes fechando o meio quando for atacado.

Minha seleção ideal (dentre os convocados): Julio César; David Luiz, Thiago Silva e Lúcio; Maicon, Lucas Neiva, Elano, Ganso e André Santos (eca); Neymar e Pato.

Vale lembrar, que se eu tivesse algum poder não levaria Fred, André Santos, Elias, Adriano, Jadson e Luisão.

Rodrigo Stafford
Leia mais