Share |

Impressões Campeonato Brasileiro - rodada 6



Quem deu show na rodada foi o Corinthians. O Timão humilhou o líder São Paulo por 5 a 0 e mostrou que é um dos favoritos na competição. Por outro lado, Avaí e Atlético-PR agonizam na tabela com péssimas atuações.

O resultado do jogo do Flamengo foi enganoso. O time de Vanderlei Luxemburgo não perde porque joga de intermediária a intermiediária, logo não incomoda e nem é incomodado. O jogo foi péssimo até o Galo marcar eu gol. Ronaldinho empatou com um belo gol e o Flamengo decolou com ótimas jogadas de Negueba e Leo Moura pela direita. Mais uma vez, o Flamengo venceu e não convenceu.



Outra que levou os três pontos, mas não atuou bem foi o Vasco. A vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-GO teve como melhores em campo o goleiro Fernando Prass e o zagueiro Anderson Martins. O time de Ricardo Gomes se aproveitou de um gol no primeiro minuto e de o fato do time goiano ser muito fraco.

O Fluminense usou a mística do time de guerreiros pra trinfar sobre o Avaí por 1 a 0. A vitória veio com um jogador a menos, já que Rafael Moura foi expulso, injustamente, ainda no primeiro tempo. Mas o time soube se defender bem e não teve muitos sustos.

O fraco time do Grêmio até deu alguns sustos no Botafogo, mas com mais uma boa atuação de Elkeson, o Glorioso venceu por 2 a 1 e outro destaque foi o atacante caio que entrou muito bem. O time de Caio Junior começa a se acertar e ainda tem o volante Renato para estrear.




Rodrigo Stafford



Leia mais

Santos campeão da Libertadores


E repetindo o Santos de Pelé, Pepe e Coutinho, mais uma vez o time da Vila Belmiro está no topo das Américas, desta vez com uma geração que mistura a experiência de Elano com a tênia idade de Neymar e Ganso.

Mesmo em pouco tempo, a parcela de participação de Muricy Ramalho não é pequena. Ele ensinou o time a se defender e seu pragmatismo fez com que os jogadores entendessem que melhor do que ganhar de 10 é ser campeão.

Ganha o Santos e perde o futebol-arte.

Rodrigo Stafford
Leia mais

Impressões Campeonato Brasileiro - rodada 4


E o Brasileiro tem um único time 100%, o São Paulo. Depois de viver momentos turbulentos com a eliminação da Copa do Brasil, o Tricolor juntou os cacos e vai bem na principal liga nacional. Isso que o principal jogador da equipe, Luis Fabiano, ainda nem estreou.

Não vi o jogo do Flamengo, mas poucas vezes vi tanta unanimidade para dizer que um time jogou mal. Toda a crítica afirmou que o ponto ganho pelo Flamengo valeu mais que uma vitória e que Thiago Neves e Ronaldinho, mais uma vez, pouco fizeram. Vale registrar o quão ruim é o Atlético-PR, que ficou no 1 a 1.

O Botafogo ganhou da boa equipe do Coritiba por 3 a 1, mas não foi bem. Herrera e, principalmente, Everton foram muito mal. Não pode a torcida vaiar Alessandro com 6 minutos do primeiro tempo. De bom, o início da recuperação de Maicosuel e ver como Elkeson é bom de bola.

O Vasco, ainda em festa, sofreu o empate no finalzinho do jogo contra o Figueirense. O time de Ricardo Gomes deve passear no Brasileiro, já que deve acontecer aquele relaxamento natural. O gol vascaíno do fim de semana foi a reapresentação de Juninho.

A partida entre Corinthians e Fluminense (2 a 0 para os paulistas) mostrou que, principalmente, um jogador não tem a menor condição de jogo: Fred. Os motivos não são técnicos e sim físicos, já que o camisa 9 tricolor se arrasta em campo. Outro que não pode jogar é Ricardo Berna, mas por motivos técnicos. Abel Braga terá muito trabalho.

Rodrigo Stafford




Leia mais

Seleção brasileira: Os 22 mal convocados por Mano Menezes


Mano Menezes deu um show de inabilidade ontem. Além de divulgar os 22 convocados para a Copa América meia noite, a seleção convocada é bem equivocada. A hora de dar experiência aos mais novos era agora, quando vale e não em amistosos seja contra Holanda ou contra Romênia.

Se no gol, a convocação é correta, na defesa, os problemas já começam. Para que convocar Luizão, de 33 anos, que dificilmente irá jogar? Mano diz que ele é um reserva que sabe se comportar. Por que não dar essa experiência para Dedé, do Vasco ou algum zagueiro com idade olímpica.

Nas laterais, mais erros. Se na direita daniel Alves e Maicon são incontestáveis. André Santos e Adriano não empolgam. O primeiro é titular do poderoso Fenerbahçe e o segundo, reserva do reserva no Barcelona. Marcelo, do Real Madrid segue fora.

No meio, Elias e Jadson não empolgam. Melhor seria dar chance a outros jogadores como Renato Augusto, William (Shakhtar) e, por que não, a volta de Kaká, que terminou bem a temporada.

No ataque, Fred não fez nada para ser convocado. Nem no Fluminense, nos nos amistosos. Além disso, a Copa América seria uma boa chance de dar experiência ao bom Leandro Damião.

Por último, o argumento de não levar Marcelo por causa de lesões e convocar Fred, Pato e Ganso, parece piada. De péssimo gosto.

Eis os convocados:

Goleiros Julio César (Inter de Milão) Victor (Grêmio)

Laterais Daniel Alves (Barcelona) Maicon (Inter de Milão) André Santos (Fenerbahçe) Adriano (Barcelona)

Zagueiros Lúcio (Inter de Milão) David Luiz (Chelsea) Luisão (Benfica) Thiago Silva (Milan)

Volantes Ramires (Chelsea) Lucas Leiva (Liverpool) Sandro (Tottenham)

Meias Elano (Santos) Elias (Atlético de Madri) Paulo Henrique Ganso (Santos) Jadson (Shakhtar Donetsk) Lucas (São Paulo)

Atacantes Neymar (Santos) Robinho (Milan) Fred (Fluminense) Alexandre Pato (Milan)

Leia mais

Impressões Campeonato Brasileiro - rodada 3


E o Corinthians, aos poucos, vai mostrando ao que veio. Com uma tática claramente de contra-ataque conseguiu mais um bom resultado empatando com o Flamengo no Engenhão. O time paulista não tem nenhuma carência absurda e deve ir bem no Brasileiro. Da parte rubro-negra, a festa para Petkovic foi linda. O gringo merece. O time não jogou mal, mas sentiu a falta de Thiago Neves. O 1 a 1 foi justo.

O Vasco foi mal. Muito mal. Jomar, Fagner e Max tiveram péssima atuação e o Coritiba entrou como quis. O resultado de 5 a 1 só serviu para mostrar que para conquistar a Copa do Brasil, o Vasco vai ter que jogar, e muito, para derrotar a boa equipe paranaense. O destaque do jogo foi Anderson Aquino, que só não fez chover no Couto Pereira.

O Fluminense jogou bem ao vencer o Cruzero por 2 a 1? Não. No entanto, teve uma ótima notícia. Deco jogou três jogos seguidos pela primeira vez desde que chegou ao clube. E bem. Ele comandou o tricolor sobre o apático time mineiro que teve em Montillo, uma das figuras mais apagadas. Destaque também para o faro goleador de Rafael Moura.

O Botafogo arrancou um empate por 2 a 2 contra a boa equipe do Ceará, em Fortaleza. Elkeson apareceu bem, mas o time sente falta de Loco Abreu. sem referência, a equipe de Caio Junior sofre e apela para as bolas aéreas. A chegada de Renato deve melhorar, e muito, o time carioca.

Destaque também para a vitória do Internacional sobre o América-MG. Apesar do técnico Falcão achar que não comanda um candidato ao título, o Colorado é sim, um dos favoritos a ser o melhor do Brasil.

Rodrigo Stafford
Leia mais

Brasil 0 x 0 Holanda: Mano e o time do eu sozinho


Tive o desprazer de acompanhar o jogo da seleção brasileira contra a Holanda. Um jogo chato, que só teve um momento real de futebol. Quando o time laranja fez uma belíssima troca de passes que culminou em uma ótima defesa de Julio César com o pé.

O time de Mano Menezes é um bando. Se a bola cai na esquerda, Neymar tenta fazer tudo sozinho. Quando vai para o lado direito Robinho prende a bola individualizando o jogo. Se cai no meio, nada acontece, visto que Fred não domina a bola.

O meio-campo não é criativo. Elano não é um camisa 10. Ramires faz faltas em demasia e Lucas erra muitos passes. O esquema está errado e Mano está errado. Se quer escalar o time com três atacantes tem que colocar alguém que arme o jogo. Exemplos não faltam...Ganso, Kaká, Diego. A favor do treinador é que estes três vivem péssima fase, seja por contusões, ou por atuações ruins.

Mas algo tem de ser mudado na seleção. E logo.

Rodrigo Stafford
Leia mais