Share |

Impressões Campeonato Brasileiro rodada 2



É impossível falar de Campeonato Brasileiro e não falar do Vasco. Com duas vitórias marcantes jogando com reservas sobre Ceará (3 a 1) e América-MG (3 a 0), o time chegou ao topo do torneio. Mas, os vascaínos não devem se iludir, visto que o Ceará estava com o time reserva e os mineiros, apesar de fracos, dominaram boa parte do jogo. Todavia, é um grande começo e mostra que Ricardo Gomes tem opções e fôlego para o resto do Brasileiro. Isso se o Bordeaux não vier forte para cima do treinador.



O Flamengo jogou bem, teve poder de reação, mas deu bobeira no final e deixou o Bahia empatar (3 a 3) com um jogador a menos. Destaque para Jobson, com dois gols e bela atuação. O bola fora do jogo foi a dupla de rubro-negros Jean e Fernando que entrou perdidinha em campo. O time de Luxemburgo já mostra uma consisteência e consciência tática bem maior que no Estadual.



O Botafogo venceu os reservas do Santos por 1 a 0, mas a comemoração mesmo vem de fora do campo. Renato é um excelente jogador e tem tudo para acertar o meio-campo. Se Gilberto chegar melhora ainda mais uma equipe que já tinha acertado na contratação de Elkeson. O lado ruim é que entrosamento, com sorte, só no segundo semestre. Ainda falta um substituto para Loco Abreu.



O campeão brasileiro venceu o Atlético-GO, mas ainda não estreou. Com Fred passeando em campo e um time completamente perdido, o Tricolor deve aguardar a chegada de Abel Braga para uma grande reformulaçõa. Não pode um time com os jogadores que tem jogar tão mal. enderson Moreira saiu tentando dar seu toque e foi mal. Colocar Mateus Carvalho como titular no lugar de Rafael Moura é piada. E de péssimo gosto. Já vai tarde.


Rodrigo Stafford
Leia mais

A vitória do futebol-arte



Ontem, em Wembley, o Barcelona venceu o Manchester United por 3x1 e conquistou o título da Champions League. Em 6 anos, é o terceiro título do clube espanhol, que curiosamente, em todas essas oportunidades venceu um time inglês na final. O Arsenal foi a vítima em 2006, e o próprio Manchester United foi derrotado em 2009.



Esse título glorifica uma equipe que encanta os torcedores. Duas características são muito importantes para determinar o modo de jogar do time catalão. A marcação começa a partir de seu ataque, fazendo com que na maioria das oportunidades o adversário seja obrigado a dar chutões pra frente, casos em que invariavelmente a bola permanece com os zagueiros do Barça. Isso garante a maior posse de bola e o controle do jogo. Além disso, é difícil ver o adversário fazer o mesmo, tendo em vista a grande movimentação e o excelente e rápido toque de bola da equipe. Mesmo os zagueiros estão acostumados a tocar a bola rapidamente quando pressionados, sempre encontrando um companheiro desmarcado. Desta forma, o time tem sempre a posse de bola e cansa os adversários que ousam pressioná-los na marcação.



Mas isso não é simples de ser executado. Para tal, o Barcelona conta com a habilidade e a visão de jogo de jogadores acima da média, como Messi, Xavi e Iniesta, a ofensividade de Dani Alves, a velocidade de Pedro e Villa, além do bom toque de bola de jogadores defensivos como Piqué, Busquets, Mascherano, Puyol e Abidal. Adicionados a um goleiro seguro como Víctor Valdéz, é difícil imaginar esse time sendo superado. Ainda mais quando grande parte desses jogadores está em boa fase.



Renato Stafford
Leia mais

Brasileirão: Disputa nem tão indefinida


Faz um tempinho que não posto aqui. Muitas matérias e ralação cobrindo o Vasco no Jornal Extra. Mas é início de Campeonato Brasileiro e vamos analisar quem briga pelo que. Dividi em cinco grupos os 20 times.

Lutarão pelo título
Santos, Cruzeiro, Corinthians e São Paulo

Lutam pela Libertadores
Flamengo, Fluminense, Grêmio, Vasco e Internacional

Meio da tabela
Palmeiras, Coritiba, Botafogo, Atlético-MG e Ceará

Lutarão para não cair
Figueirense, Avaí, América-MG, Bahia, Atlético-PR e Atlético-GO

É claro que os times ainda irão mudar muito e não sou o dono da verdade. Mas nesse início de campeonato é o que se desenha. Ou se parece.

Rodrigo Stafford
Leia mais

Porto é campeão da Liga Europa






O Porto coroou sua espetacular temporada com o título da Liga Europa. Com uma campanha irretocável, a equipe portuguesa só não teve 100% de aproveitamento porque podia se dar ao luxo de perder para o Villarreal, no jogo de volta das semifinais, após golear a equipe espanhola por 5x1.



A equipe sobrou na competição, tendo além do melhor aproveitamento, o melhor ataque e o artilheiro da competição. Nesta quarta-feira, o Braga bem que tentou, mas não conseguiu impedir o título do Porto, que soube aproveitar a vantagem e venceu por 1x0, com mais um gol de Falcao García, maior artilheiro da história da Europa League em uma única edição, com 17 gols.



E não foi só na Liga Europa que o Porto brilhou. Com incríveis 93,3% de aproveitamento, foi campeão português invicto, com algumas rodadas de antecedência. Nem o Barcelona conseguiu apresentar números como esses, muito embora o campeonato espanhol e Liga dos Campeões tenham equipes bem mais competitivas que no campeonato português e na Liga Europa.



Para que a temporada seja perfeita, falta um último jogo. No próximo dia 22, o Porto enfrenta o Vitória de Guimarães, na final da Copa de Portugal. Favoritismo não faltará ao Porto. E pela eficiência do time, é difícil prever outro resultado que não o título.



Renato Stafford

Leia mais

Braga surpreende mais uma vez e enfrenta Porto na final da Liga Europa


Depois de Sevilla, Liverpool e Dinamo de Kiev, o Benfica foi a última vítima do Braga. Com gol de Custódio, o time português, repleto de brasileiros no elenco, conseguiu vitória heróica por 1x0 contra o time da capital portuguesa e classificou-se para a decisão da Liga Europa. O favorito a ser batido desta vez é o Porto, campeão português antecipado.

Os dragões classificaram-se mesmo perdendo do Villarreal por 3x2 na Espanha. No jogo de ida, no qual o colombiano Falcao Garcia fez 4 gols, a goleada por 5x1 praticamente já classificara o Porto. Ontem, o artilheiro fez mais 1 e chegou a 16 gols na competição. O brasileiro Hulk fez o outro gol. Capdevilla, Cani e Rossi marcaram para os espanhóis.








Será que Márcio Mossoró, Paulão, Leandro Salino, Lima e Alan serão capaz de surpreender o superfavorito Porto? Não creio. Os dragões têm o melhor ataque da competição, com 36 gols, perdeu apenas uma partida, quando já estavam virtualmente classificados, contam com o artilheiro da competição. No campeonato português, a duas rodadas do fim do campeonato, o campeão não perdeu e, nos confrontos contra o Braga, duas vitórias: em casa por 3x2 e 2x0 como visitante. Mas depois de eliminar tantos favoritos, nada parece ser impossível ao Braga.




Renato Stafford

Leia mais

Liga dos Campeões: Quem conseguirá parar o Barcelona?


O Barcelona empatou em casa com o Real Madrid por 1x1 e conquistou vaga na final da Champions League. O time catalão foi dono do jogo e criou as melhores oportunidades da partida. Entretanto, um erro da arbitragem anulou gol legítimo de Higuaín quando o jogo estava 0x0. Na jogada, Cristiano Ronaldo sofreu leve empurrão de Piqué, caiu e na queda acabou derrubando Mascherano. Na sequência da jogada, o atacante argentino colocou a bola no fundo da rede. Mais um “por quê?” pra lista de Mourinho...


Pelo lado do Barcelona pode haver também reclamação quanto a falta de expulsões na partida. Se o juiz fosse brasileiro, certamente Ricardo Carvalho, Diarra, Xabi Alonso e Adebayor teriam sido expulsos. Acho que os 2 últimos deveriam, sim, ter recebido cartão vermelho, mas só no fim da partida.



Os gols da partida foram marcados por Pedro e Marcelo, após ótima jogada de Di María. No gol do Barcelona, Pedro concluiu muito bem passe magistral de Iniesta. Os destaques do jogo foram Messi, Iniesta e Casillas. Negativamente, apareceram os sarrafeiros Xabi Alonso e, principalmente Adebayor, que pareceu ter entrado somente para dar pancadas. Lamentável também o argentino Mascherano que, além de fazer faltas, faz muito teatro a cada dividida em que não leva a melhor.



E o destaque maior fica por conta da volta do lateral Abidal, que foi operado em março por conta de um tumor no fígado, entrou nos minutos finais e foi muito festejado pelos colegas de equipe.



O Barcelona enfrentará o vencedor de Manchester x Schalke, em jogo a ser disputado em Wembley, templo do futebol e local onde o time venceu seu primeiro título da Champions, em vitória pelo placar mínimo contra a Sampdoria, em 1992. Mesmo jogando em seu país, o Manchester, provável finalista, será azarão diante desse sensacional Barcelona. É válido lembrar que os dois times fizeram a final da competição em 2009, ocasião em que os espanhóis venceram por 2x0, com direito a gol de Messi.





Renato Stafford

Leia mais