Share |

segunda-feira, 14 de março de 2011

Vasco: Muita marra para pouco futebol


Marcel aparece mais no noticiário esportivo por transferências e confusões que por seus gols. Atacante razoável, com o jogo aéreo como principal característica, o jogador revelado pelo Coritiba já passou por diversos clubes, seja do Brasil ou do exterior. Jamais se firmou no Benfica, clube que o contratou em 2006 e o emprestou para diversos clubes, principalmente do futebol. Não brilhou no São Paulo, Grêmio, Cruzeiro ou Santos. Passou também pelo futebol coreano e japonês, também sem grande destaque.


No ano passado, ganhou destaque a sua confusão com Neymar, ex-colega de Santos, que foi tirar satisfações com o grandalhão por sua violência na hora de uma ovada, homenagem de mau gosto comum entre jogadores de futebol. Os dois quase saíram no braço e foram contidos pela turma do deixa disso.


Em 2011, Marcel foi contratado pelo Vasco e, apesar da campanha pífia do clube cruzmaltino, apresentava números bem razoáveis, sendo o artilheiro do time até agora com 6 gols. Mas bastou ir para o banco de reservas na última 4ª feira para dar chilique. O jogador não treinou com o time na 6ª feira e deve ter seu contrato rescindido.
Melhor para o Vasco. Para ter um jogador problemático no elenco, o mínimo que se espera é que ele seja o craque do time e que resolva muitas partidas. E esse não é o caso de Marcel.



Renato Stafford

0 comentários:

Postar um comentário