Share |

quarta-feira, 23 de março de 2011

Fluminense e seus sete nãos


Foram sete nãos - Muricy Ramalho, Adilson Batista, Cuca, Gilson Kleina, Levir Culpi, Felipão e Renato Gaúcho - alguns inacreditáveis como de Gilson Kleina e Cuca. O primeiro por não largar a Ponte preta para assumir o campeão brasileiro. E o segundo pela cara de pau dos dirigentes. Eles demitiram Cuca para contratar Muricy Ramalho.

O presidente Peter Siemsen está completamente perdido. não sabe se agrada o grupo político que o elegeu - Flu Sócio - ou se cai de cabeça nos problemas do clube e para de atacar as gestões anteriores. o título do tricolor fez o mesmo mal que ao Flamengo no ano passado. Um belo time, perdido em crises. A vital diferença é que Ricardo Berna não matou ninguém. Já o Bruno... mas o roteiro é o mesmo e caso não faça nada, o final de eliminação na Libertadores e sufoco no Brasileiro vai se repetir.

Antes, a opção da diretoria era esperar Abel Braga, que só chegaria ao clube em junho. Agora, parece que vai apostar em Joel Santana, um dos melhores treinadores do mundo para solucionar problemas. é um treinador que tem prazo de validade, mas que chega resolvendo problemas. Talvez o que o Fluminense precise.
Rodrigo Stafford

0 comentários:

Postar um comentário