Share |

Top 10 NBA: 28 de março


Leia mais

O que acontece com o ótimo Santos?


Na temporada de 2011, uma das equipes que despontava como franca favorita a qualquer campeonato, e com razão, era o Santos. No entanto, o time caiu de produção, teve a saída do técnico Adílson Batista e amarga um terceiro lugar em seu grupo na Libertadores.


Jogadores que já fizeram temporadas brilhantes ainda não estão na melhor forma. Citaria como exemplos Ganso, que volta de longo período de tratamento por causa de uma operação no joelho, e Keirrison, que não repetiu seus resultados da época de Coritiba e Palmeiras.


O time está correndo sérios riscos na Libertadores, principal torneio do primeiro semestre. Mas segue compondo o G4 no Paulistão. O time precisa definir rápido um técnico e de preferência com pulso firme para poder gerenciar as estrelas do time. Mas isso a diretoria do Santos já sabe e corre atrás de Muricy ramalho.

No intervalo do jogo contra o Mogi Mirim, a torcida santista vaiava o time, principalmente Keirrison. Ganso disse que o meio-campo santista, incluindo ele, estava errando muitos passes. E era verdade. No entanto, em poucos lances, Ganso calibrou o pé e seus passes foram mais do que o suficiente para garantir a vitória Santista. Keirrison inclusive fez um e saiu aplaudido por parte da torcida.


Não sei se o time se recupera na Libertadores a tempo, mas acredito realmente que disputa seriamente o bi-campeonato Paulista e que virá com tudo para o Brasileirão, se considerarmos a bola que o Elano e o Neymar estão jogando e que outros jogadores importantes estão se recuperando.


Em breve, saberemos!

Jorge Mendes

Leia mais

Top 10 NBA: 21 de março


As melhores jogadas da semana! Incríveis!!!

Leia mais

O golaço do neto de Pelé

Neto mais velho do Pelé, Octávio Felinto Neto faz um golaço nos acréscimos, dando a vitoria ao Paraná Clube time que joga atualmente.

Leia mais

Corinthians menos fenomenal, mas jogando mais


O Corinthians tem dado o que falar seja dentro e fora de campo. Eu não entendia o porquê do lamento de alguns (repito, alguns) torcedores com relação à aposentadoria do Ronaldo. Concordo que faltava uma pessoa de área no time, mas vamos combinar que o Fenômeno, grande nome da Copa de 2002 e do futebol mundial, não estava mais rendendo nada. Sua presença podia até abalar alguns adversários, mas sinceramente não apresentava resultados.


Acredito que a sua aposentadoria apenas colocou urgência na solução do problema do ataque do Corinthians. E assim foi feito. Andrés trouxe Liédson que entrou excepcionalmente bem no time. Sua eficiência é de fazer inveja. Além disso, outros jogadores assumem a responsabilidade, como Dentinho, Jorge Henrique e Fábio Santos.


Agora está na imprensa que Adriano deverá fechar com o Corinthians. É inegável a qualidade do Adriano pelo o que já fez no Flamengo, no São Paulo e principalmente na Inter de Milão. Com os laterais e meias que o Corinthians tem, acredito que Adriano fará, se contratado, muitos gols. No entanto, não sei se o time precisa de uma estrela polêmica a essa altura do campeonato.


Além disso, há um jogador, em outra posição, que considero fora de série no time do Corinthians e que está no banco. Trata-se de Bruno César. Porém, mesmo em baixa no Parque São Jorge sob a batuta de Tite, Bruno tem seu mercado e foi associado ao Porto. No entanto, gostaria que ele continuasse a jogar no futebol brasileiro. Vejo-o com um perfil bem interessante e que, na sua melhor forma, pode dar bastante dor de cabeça ao Mano Menezes.


Jorge Mendes


Leia mais

Fluminense e seus sete nãos


Foram sete nãos - Muricy Ramalho, Adilson Batista, Cuca, Gilson Kleina, Levir Culpi, Felipão e Renato Gaúcho - alguns inacreditáveis como de Gilson Kleina e Cuca. O primeiro por não largar a Ponte preta para assumir o campeão brasileiro. E o segundo pela cara de pau dos dirigentes. Eles demitiram Cuca para contratar Muricy Ramalho.

O presidente Peter Siemsen está completamente perdido. não sabe se agrada o grupo político que o elegeu - Flu Sócio - ou se cai de cabeça nos problemas do clube e para de atacar as gestões anteriores. o título do tricolor fez o mesmo mal que ao Flamengo no ano passado. Um belo time, perdido em crises. A vital diferença é que Ricardo Berna não matou ninguém. Já o Bruno... mas o roteiro é o mesmo e caso não faça nada, o final de eliminação na Libertadores e sufoco no Brasileiro vai se repetir.

Antes, a opção da diretoria era esperar Abel Braga, que só chegaria ao clube em junho. Agora, parece que vai apostar em Joel Santana, um dos melhores treinadores do mundo para solucionar problemas. é um treinador que tem prazo de validade, mas que chega resolvendo problemas. Talvez o que o Fluminense precise.
Rodrigo Stafford
Leia mais

Zagueiro Dedé está ligado na era digital


Dedé é um típico representante da geração Y, denominação dada para quem nasce após 1980. Aos 22 anos, o zagueiro é fera nas redes sociais. No Twitter, se aproxima dos fãs e conta detalhes dos bastidores de sua carreira, como que seu companheiro de quarto é Renato Augusto, manda abraços e RTs (retweets) para os seguidores.

E foi no microblog que apareceu a campanha "Não se vende Dedé", que já tem quase 4 mil seguidores e já virou até faixa na arquibancada pedindo que o zagueiro não deixe o Vasco para o exterior.

— Fico feliz pelo reconhecimento ao trabalho feito no ano passado. Sabia que era inevitável que as propostas aparecessem. Fica a cargo da diretoria a negociação. Estou totalmente focado no time — disse Dedé, que criou sua conta no Twitter sozinho.

— A iniciativa é dele. Ele que montou o layout e que abastece o Twitter — afirmou Gustavo Henrique, assessor do jogador.

Quando surge um infiltrado de outro time, Dedé, ao contrário de outros jogadores, dá um show. Ele brinca seja qual for o time, como fez com Jonatafla.

— Para de imitar! Esse negócio de trem bala, sou mais meu Mengão sem freio — afirmou o internauta, que foi respondido por Dedé com um bem-humorado "vaia nele uhhh".

Rodrigo Stafford, do Jornal Extra

Leia mais

Equilíbrio na Liga Europa



Assim como a Champions League, a Liga Europa, antiga Copa UEFA, também vai chegando às fases decisivas. O equilíbrio é a característica principal dos 4 confrontos, que determinarão os semifinalistas do campeonato.

Porto x Spartak de Moscou


O melhor jogo das quartas de final. O Spartak vem de dois excelentes jogos contra o tradicional Ajax e tem o desafio de enfrentar outro time com história em competições européias. O Porto passou com propriedade pelo bom time do CSKA de Moscou. Creio que o talento de Ibson e Alex será pouco para eliminar o virtual campeão português, que conta com a boa fase do ótimo Hulk.


Benfica x PSV


Outro grande jogo. Embora decepcionante no campeonato português, o Benfica fez boas contratações e tem um time muito bom. Enfrenta o atual líder do campeonato holandês, que costuma crescer nas competições européias. Os dois times devem sentir a falta de jogadores vendidos recentemente. Acredito que o PSV sentirá mais a perda de Afellay. Mesmo sem David Luiz, aposto no Benfica, embora o confronto seja equilibrado.


Villarreal x Twente


Embora tenha feito boa campanha na primeira fase da Champions, o atual campeão holandês, que segue vivo na luta pelo bicampeonato, não deve ser páreo para o Villarreal. O time espanhol, além de bem organizado, conta com o talento do italiano Rossi e, principalmente, do brasileiro Nilmar, que vive ótima fase.


Braga x Dínamo de Kiev


É o jogo das surpresas. A equipe portuguesa eliminou o Sevilla na fase preliminar da Champions League e acaba de eliminar o Liverpool da Liga Europa. Enfrenta o Dínamo de Kiev, que eliminou o milionário Manchester City. Aposto na maior tradição do time ucraniano.



Renato Stafford

Leia mais

Libertadores: Como andam os brasileiros?



A Libertadores 2011 avança pela segunda metade da fase de grupos, e os cinco clubes brasileiros ainda vivos na competição encontram-se em situações bem distintas.

Vice-campeão brasileiro, o Cruzeiro faz excelente campanha em um dos grupos mais difíceis da competição, com um empate com o Tolima na Colômbia (onde o poderoso Corinthians foi derrotado na fase preliminar) e três goleadas em Minas Gerais: 5 x 0, 4 x 0 e 6 x 1. Tal campanha garante à equipe o status de melhor ataque e melhor defesa do torneio, e praticamente assegura a classificação, bastando um simples empate para confirmá-la matematicamente. Provavelmente, a disputa pelo primeiro lugar da chave ficará para a última rodada, em confronto direto contra o velho conhecido Estudiantes, que bateu os mineiros na final de 2009 e também caminha a passos largos rumo à classificação.

O Internacional também lidera seu grupo, mesmo com um jogo a menos do que os concorrentes diretos, e ainda tem dois jogos a cumprir no Beira-Rio. Embora não seja tão brilhante quanto o Cruzeiro, o Colorado confirma seu favoritismo com uma campanha firme, e não deve ter dificuldades em assegurar a primeira colocação da chave. Além disso, devido à fragilidade dos adversários, os atuais campeões da América são fortes candidatos a encerrarem a fase de grupos como uma das equipes de melhor campanha, o que representa vantagem de mando de campo nas próximas etapas do torneio.

Já o lado azul de Porto Alegre não tem tantos motivos para comemorar. A duas rodadas do final da fase de grupos, o Grêmio ocupa a segunda colocação em sua chave e, embora tudo indique que se classificará com tranqüilidade, provavelmente sairá como segundo colocado de um grupo em que era franco favorito. Tudo isso devido a um aproveitamento ruim fora de seus domínios (um empate e uma derrota) e, sobretudo, à surpreendente campanha do Junior Barranquilla, único time com cem por cento de aproveitamento na competição.

O Santos, por sua vez, vive situação delicada. Após três partidas, sem nenhuma vitória, a equipe ocupa apenas a terceira posição em seu grupo. Sofrendo com lesões no início da temporada, o Peixe até agora não conseguiu escalar o time ideal e não apresenta padrão de jogo compatível com os talentos individuais que possui, situação que se agravou com a demissão precoce de Adilson Batista. Enquanto hesita em contratar um novo técnico à espera de Muricy Ramalho, o Santos corre o risco de ficar pelo caminho já na primeira fase da competição, porém, não será nenhuma surpresa se os selecionáveis Neymar, Ganso e Elano conduzirem a equipe da Vila Belmiro às etapas finais da competição.

Por fim, o Fluminense vive dias dramáticos na Libertadores. O Tricolor das Laranjeiras manteve o elenco campeão brasileiro, contratou reforços de peso, e despontava como grande candidato à conquista do título que escapou em 2008. No entanto, más atuações levaram a equipe a conquistar apenas dois pontos em nove disputados, apesar de ter disputado duas partidas em seu domínio. Lanterna da chave, a equipe carioca ainda não contou com o capitão Fred na competição, vê Conca ainda longe de sua melhor forma e recentemente perdeu o técnico Muricy Ramalho, encontrando-se em situação crítica. O Fluminense precisa de uma vitória sobre o América do México na próxima rodada para manter vivas as chances de classificação, que passa ainda por jogos duríssimos no Uruguai e na Argentina. Será o campeão brasileiro capaz de se recuperar a tempo? A conferir, na próxima quarta-feira, no Engenhão.

Pedro Henrique Mendonça

Leia mais

Botafogo: Joel Santana pede demissão; bola fora da torcida


A torcida do Botafogo conseguiu o que queria. O técnico Joel santana pediu demissão do cargo e não dirige mais o time. Até entendo as críticas dos torcedores quanto a tática defensiva de Joel, mas não acho justo. O time do Botafogo não é forte (não era no ano passado) e o treinador sempre teve esta característica. Além disto, a pergunta que não cala é: quem pode vir para o lugar?

Não há bons técnicos no mercado e definitivamente Joel Santana é um bom técnico. Não é o melhor, mas está muito longe de ser a besta que os torcedores falam. As opções no mercado são terríveis: Caio Junior, Leão e Adilson Batista. Se fosse dirigente do Botafogo, faria uma aposta em Alfredo Sampaio, Andrade ou Renê Simões. Para mim, com menos grife, mas melhores que os três primeiros.

A queda do comandante é uma vitória pesoal de Loco Abreu, que há meses vinha fritando Joel. Além de não gostar da forma de jogar do time, o uruguaio criticava publicamente, além de ter brigado com o treinador nos bastidores por conta da braçadeira de capitão, que ficou com Marcelo Mattos.

Joel sai com 40 vitórias, 23 empates e 12 derrotas e 63,55% de aproveitamento. Excelentes número para um burro, não é?

Rodrigo Stafford
Leia mais

Liga dos Campeões: Confrontos definidos


Os confrontos das quartas de finais da Liga dos Campeões estão definidos: Vou comentar o que acho de cada um dos jogos:


Barcelona x Shakhtar Donestk
Ao contrário do que muita gente pensa, o Barcelona vai sofrer para passar de fase. O Shakhtar é bom e vai dar trabalho. Mas quem tem Messi passa.

Real Madrid x Tottenham
Confronto complicadíssimo. O Tottenham tem um grande time e o Real Madrid vai ter que jogar tudo que sabe para passar de fase. Leve favoritismo para os espanhóis.

Internazionale x Schalke 04
Depois de sofrer com o Bayern de Munique, o Inter vai passear contra o Schalke. Molezinha para Leonardo e cia.

Chelsea x Manchester United
O grande clássico da Liga dos Campeões deve ser decidido em dois empates como é tradicao inglesa. Acredito que os Diabos Vermelhos estão em melhor fase e passarão de fase.



Rodrigo Stafford
Leia mais

Humanidade no futebol


O futebol ainda pode ser bonito. Os jogadores do Real Madrid, antes da partida contra o Lyon, pela Liga dos Campeões, usaram uma camisa desejando uma breve recuperçãao ao lateral francês Abidal, do arquirrival Barcelona, que tem um tumor no fígado.

O que muita gente não entende é que futebol é apenas uma distração, um jogo que serve para entreter milhões de pessoas. Não é uma disputa ideológia ou de força. Apenas entretenimento. E são momentos como este que mostram que ainda existem pessoas que entendem isto.
Leia mais

Top 10 NBA: 11 de março


Confira os dez melhores lances da NBA da semana

Leia mais

Favoritos vencem na Liga dos Campeões



Diferentemente da semana passada, não houve surpresas nesta semana nos jogos da Champions League. Chelsea, Manchester United, Internazionale e Real Madri são os 4 classificados que se juntam a Barcelona, Tottenham, Shakhtar Donetsk e Schalke 04 na luta pelo título no campeonato mais importante da Europa.


O Chelsea se classificou com um empate xoxo em 0x0 com o Copenhague. O Manchester United não levou sustos e avançou no torneio com a vitória de 2x1 sobre o Marseille. Destaque para o atacante Javi Hernández, que fez os 2 gols da vitória. Apesar da facilidade dos gols, o mexicano demonstrou ótimo posicionamento e oportunismo. O Real Madri, que não passava das oitavas de final da Champions há 6 anos e nunca havia vencido o Lyon na competição, quebrou os tabus e venceu com facilidade. Marcelo, Benzema e Di Maria marcaram na goleada por 3x0. Mas o melhor e mais emocionante jogo da competição foi a reedição da final da temporada passada.


Com muita garra e superação, a Inter de Milão eliminou o Bayern de Munique em um jogo de 2 viradas. Embora a Inter tenha marcado logo no início do jogo com Eto’o, em posição de impedimento, o primeiro tempo foi todo do Bayern. Ouso dizer que foi o melhor primeiro tempo de uma equipe européia nesta temporada. O time de Munique dominou todas as ações. Gomez e Müller marcaram. Robben, Gomez e principalmente Ribery perderam grandes chances e o placar parcial de 2x1 foi pouco pelo que produziu a equipe alemã. Isso sem contar o lance bizarro em que o zagueiro Ranocchia e Müller disputaram a bola em cima da linha e esta milagrosamente não entrou. Parecia que não era dia do Bayern.


E não era mesmo. O jargão clichê “quem não faz, leva” é inevitável. Depois de um primeiro tempo brilhante, o Bayern não jogou e viu a Inter crescer de produção. O camaronês Eto’o foi o grande destaque. Deu assistências para os gols de Sneijder e Pandev, este último aos 42 minutos do 2º tempo.


O franco favorito para o título é o papa tudo Barcelona. Mas aposto no Real Madri que, com o excelente Mourinho, passou a ter consistência tática e uma defesa forte, diferentemente de seu histórico recente. Embora tenha mostrado muita superação, não acredito na Internazionale. Também não boto fé no irregular Chelsea e no eficiente Manchester United. Os outros 3 times são os azarões das quartas de final da Champions.


Renato Stafford

Leia mais

Flamengo: Jogador-problema ou técnico-problema?



De acordo com informações do blog de José Ilan, na globo.com, o técnico Vanderlei Luxemburgo teria dito a membros da comissão técnica do Flamengo que se o atacante Adriano for contratado pelo clube, ele pediria demissão.


Essa situação assemelha-se com outros episódios vividos pelo técnico em que ele entrou em rota de colisão com alguns jogadores. No mesmo Flamengo, não soube conviver com as regalias do então melhor jogador do mundo Romário e acabou sendo demitido após a perda do Campeonato Carioca de 1995. No Palmeiras, afirmou publicamente que a revelação Keirrison não jogaria mais pelo clube enquanto ele fosse treinador, após vazar a notícia de que os empresários do jogador estavam o negociando para o exterior. Dias depois, foi demitido pelo atual presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, por quebra de hierarquia.


Desta vez, entretanto, Luxemburgo tem tentado ser um pouco mais conciliador na frente das câmeras. Mas só tentando. Afirmou que o clube rubro-negro tem regime presidencialista e ele não seria a pessoa mais indicada para falar sobre a possível contratação de Adriano. Porém, um pouco depois, declarou que Adriano não seria contratado pelo Flamengo, pois não se enquadra na nova filosofia de trabalho do clube.


Luxemburgo se sente respaldado pela campanha do Fla até o momento. O time foi campeão invicto da Taça Guanabara e segue com aproveitamento de 100% na Taça Rio. Venceu todos os jogos contra os chamados pequenos, ganhou do Vasco em crise e empatou com o Botafogo, conquistando a vaga na final da Taça Guanabara na disputa de pênaltis. Mas o time tem deficiências visíveis, principalmente na lateral esquerda e pela falta de um centroavante de área. Posição esta em que Adriano brilhou, sendo o principal jogador do Flamengo na conquista do Campeonato Brasileiro de 2009. A torcida se mostra empolgada com a possível vinda do Imperador. A presidente Patrícia Amorim já disse que não decide de acordo com seus interesses, e sim de acordo com o que é de interesse da nação rubro-negra.


O fato é que o torcedor rubro-negro tem interesse na contratação de um atacante do nível de Adriano. Pelo menos momentaneamente, parece que Luxemburgo levará a melhor nessa queda de braço. No entanto, essa novela parece que não chegará ao fim tão cedo.



Renato Stafford

Leia mais

Fluminense: E a ética, Muricy Ramalho?


Muricy Ramalho deixou o Engenhão escondido num carro. A torcida queria agredi-lo pelo empate no Fla-Flu? Nada disso. O treinador não teve coragem de dar uma coletiva de imprensa e explicar a maneira que está saindo do Fluminense. Logo ele, defensor da ética, que não teria como olhar para o filho se aceitasse treinar a seleção brasileira e descumprisse o contrato com o Tricolor.

Existe sim uma proposta do Santos. Coisa de 1 milhão por mês. Ficar perto de casa também pesou. O desgaste interno foi muito grande também. Jogadores que ele não pediu foram contratados (Deco, Araújo, Belletti), o vice presidente de futebol Alcides Antunes, que segurava uma barra com o elenco, saiu. A assessoria de imprensa que ele gostava foi substituída e também a falta do centro de treinamentos.

Quando os resultados pararam de aparecer, Muricy cansou. E a chance de treinar Ganso, Neymar, e Elano pesou muito. Assim como o bolso.

Rodrigo Stafford
Leia mais

Vasco: Muita marra para pouco futebol


Marcel aparece mais no noticiário esportivo por transferências e confusões que por seus gols. Atacante razoável, com o jogo aéreo como principal característica, o jogador revelado pelo Coritiba já passou por diversos clubes, seja do Brasil ou do exterior. Jamais se firmou no Benfica, clube que o contratou em 2006 e o emprestou para diversos clubes, principalmente do futebol. Não brilhou no São Paulo, Grêmio, Cruzeiro ou Santos. Passou também pelo futebol coreano e japonês, também sem grande destaque.


No ano passado, ganhou destaque a sua confusão com Neymar, ex-colega de Santos, que foi tirar satisfações com o grandalhão por sua violência na hora de uma ovada, homenagem de mau gosto comum entre jogadores de futebol. Os dois quase saíram no braço e foram contidos pela turma do deixa disso.


Em 2011, Marcel foi contratado pelo Vasco e, apesar da campanha pífia do clube cruzmaltino, apresentava números bem razoáveis, sendo o artilheiro do time até agora com 6 gols. Mas bastou ir para o banco de reservas na última 4ª feira para dar chilique. O jogador não treinou com o time na 6ª feira e deve ter seu contrato rescindido.
Melhor para o Vasco. Para ter um jogador problemático no elenco, o mínimo que se espera é que ele seja o craque do time e que resolva muitas partidas. E esse não é o caso de Marcel.



Renato Stafford
Leia mais

São Paulo: Fabuloso está de volta



Mais um grande jogador está de volta ao futebol brasileiro. O São Paulo anunciou há poucos minutos a contratação de Luís Fabiano. O camisa 9 da seleção brasileira na Copa de 2010 foi contratado junto ao Sevilla por 7,6 milhões de euros. Quantia esta que será paga ao longo dos 4 anos de contrato que o jogador assinou com a equipe são-paulina.


Essa foi a grande contratação do São Paulo nos últimos anos. O clube, que se especializou em economizar e pechinchar até o último momento, abriu os cofres e trouxe de volta o último grande centroavante que atuou pelo clube.


Vale a pena o investimento? Só o tempo dirá. A quantia gasta pelo São Paulo é grande, mas trata-se de um jogador querido pela torcida, com história no clube e, principalmente, um excelente atacante. Ele não vem de boa fase no Sevilla, teve problemas no joelho, mas trata-se de um dos melhores atacantes do Brasil nos últimos anos.


A torcida do São Paulo agradece. Luís Fabiano é o 12º maior artilheiro da história do tricolor e tem a 4ª melhor média de gols do clube. Ele disputou 160 jogos e marcou 118 gols pelo clube paulista (média de 0,73 gols por jogo). Sua apresentação está prevista para o dia 30 de março.


Renato Stafford

Leia mais

Fluminense e Muricy Ramalho em rota de colisão


Muricy Ramalho e a diretoria não estão falando a mesma língua. O treinador está descontente com algumas contratacoes (Deco, Belletti e Araújo principalmente) e não aguenta mais ser embromado na questão da compra, aluguel ou arrendamento do Centro de Treinamentos.

As más atuações do time neste início de ano fizeram com que os dirigentes duvidassem da necessidade de se manter Muricy no comando, ainda mais com o salário ultrapassando 700 mil reais por mês. O que é uma burrice. Muricy é o melhor técnico do Brasil e sabe como poucos o que se passa no time do Fluminense.

O Santos está aguardando para tentar contar com o treinador. Mas adianto que é mais fácil ele se acertar com a diretoria do que romper. Até mesmo por causa das questões éticas que o afastaram da seleção brasileira no ano passado.


Leia mais

Bernardo cai nas graças da torcida e Vasco vence o Duque de Caxias por 4 a 2


Finalmente o Vasco estreou na Taça Rio. Depois da péssima atuação contra o Macaé no primeiro dia de carnaval, na Quarta-Feira de Cinzas o time mostrou um futebol rápido e envolvente, ainda assim tomou alguns sustos, mas derrotou o Duque de Caxias por 4 a 2, ontem, em São Januário. O jogo ainda fez surgir um candidato a ídolo na Colina: o meio-campo Bernardo.

Com ingressos mais baratos no chamado "Jogo da Virada", a torcida compareceu. Se no último jogo em São Januário, no dia 6 de fevereiro, no empate sem gols com o Americano, foram 1.171 torcedores, ontem o público pagante foi de 8.008.

Bem posicionado em campo, o Vasco chegou ao gol em sua primeira chance. Aos 9 minutos, Fágner chutou, a bola desviou na zaga e sobrou para Felipe chutar de perna direita e fazer 1 a 0.

O Duque de Caxias, que usava uma camisa homenageando a Grande Rio, escola de samba que perdeu quase tudo em um incêndio antes do carnaval, se perdeu em campo e mal conseguia chegar ao ataque.

Com amplo domínio da partida, o Vasco ampliou aos 36 minutos, quando Anderson Martins completou o escanteio com uma bela cabeçada.

Bernardo fazia grande partida e distribuía com maestria o meio-campo cruzmaltino. Aos 44 minutos, o meia sofreu pênalti ao driblar o goleiro Fernando. A torcida pediu e o próprio Bernardo bateu e fez 3 a 0.

Bernardo sentiu-se mal no intervalo e foi substituído por Caíque. O time diminuiu o ritmo e o Duque de Caxias fez seu primeiro gol em um peixinho de Somália, aos 5m. A torcida vascaína pediu mais um gol, mas viu o time complicar um jogo que estava sob controle. Aos 22 minutos, Anderson Martins recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O time vascaíno se assustou e o Duque de Caxias tomou conta do meio-campo.

A tensão aumentou em São Januário quando Gilcimar deu um açucarado passe de calcanhar para Ari, que chutou no canto de Fernando Prass e diminuiu: 3 a 2. Mas o ídolo da torcida acalmou os ânimos. Dedé cobrou falta com extrema categoria, no melhor estilo Roberto Dinamite, e fez o quarto gol vascaíno. Após o gol, a galera vascaína pediu o zagueiro na seleção brasileira.

O goleiro Fernando Prass ainda fez grande defesa em uma cobrança de falta de Juninho e jogou para fora todos os sentimentos ruins que estavam na Colina. O próximo jogo é no domingo, contra o Madureira, em Volta Redonda.





Rodrigo Stafford, do Jornal Extra
Leia mais

Muitas surpresas na Liga dos Campeões


Tottenham, Schalke 04, Shakhtar e Barcelona são os primeiros classificados para as quartas de final do torneio mais importante da Europa. Destes, apenas o último era favorito para passar de fase.

Arsenal e Barcelona fizeram um grande jogo nesta terça-feira. O time inglês, que jogava por um empate, defendia-se como podia dos ataques do time catalão. Messi fez 2 gols, o primeiro digno de cinema, mas os grandes destaques da partida foram Xavi e Iniesta. A boba expulsão de Van Persie, único atacante do time londrino, facilitou a vida do Barça, que venceu por 3x1.

Mesmo não sendo azarão, o Schalke 04 conseguiu a classificação no disputadíssimo duelo contra o Valencia. A vitória por 3x1 foi definida aos 48 minutos do 2º tempo, quando Farfán aproveitou-se do desespero dos espanhóis para avançar livre pela direita e tocar por cima do goleiro. O peruano foi o destaque da partida marcando 2 gols, embora deva ser ressaltado também a jogada de Gravanovic, que quase fez um gol de placa, por cobertura, do círculo central. A bola caprichosamente bateu no travessão.

Jogando contra o poderoso Milan de Ibrahimovic, Pato e Robinho, o ótimo e organizado time do Tottenham conseguiu a classificação para a próxima fase da Champions. O time inglês, embora dominado pelo rubro-negro italiano, não sofreu grandes sustos e garantiu o 0x0. Destaque para a atuação do goleiro brasileiro Gomes, que sempre que requisitado, demonstrou seguranças e fez boas defesas.

A grande surpresa da semana foi a inédita classificação do Shakhtar Donestsk para as quartas de final da Champions. Nem tanto pela classificação, e sim pela maneira com que esta se deu. O time ucraniano goleou a Roma em casa por 3x0, depois de também vencer o jogo disputado entre as equipes na Itália (2x3). A expulsão do zagueiro francês Mexès, ainda no primeiro tempo, foi determinante para o resultado da partida. O atacante Borriello perdeu um pênalti e o grande destaque da partida foi o armador William, ex-Corinthians, que além de fazer 1 gol, deu passe para outro. E a equipe da capital italiana segue em crise.
Das surpresas classificadas, o time do Tottenham tem um elenco mais equilibrado e com mais opções no banco de reservas. Mas é preciso muita sorte no sorteio dos confrontos das quartas de final da Liga para sonhar com voos mais altos. Shakhtar e Schalke devem ser eliminados na próxima fase.
Renato Stafford
Leia mais

A nova camisa do Real Madrid

Esta deve ser a nova camisa do Real Madrid. Pelo menos é o que garante o blog espanhol Todo sobre camisetas. E aí, gostou? Dê sua opinião.
Leia mais

O "problema" Adriano está de volta


E o Imperador voltou! Depois de uma passagem ridícula pelo Roma, Adriano rescindiu seu contrato e quer voltar a jogar no Brasil. A ele, pouco importa o interesse do Newcastle, da Inglaterra, ele quer jogar no futebol brasileiro, preferencialmente no Flamengo. Corinthians e Palmeiras também têm interesse no atacante.

Mas o garoto problema, que nem mais garoto é, vale a pena, mesmo com todas as suas maluquices? Para mim sim. O Imperador é um jogador muito acima do nível nacional. Flamengo e Palmeiras necessitam de um camisa 9 como ele. Já o Corinthians, não precisa, já que Liédson encaixou-se como uma luva no time de Tite.

A diretoria rubro-negra tem muita resistência ao nome de Adriano. Justamente, visto que ele fez o que quis durante sua passagem pelo time em 2009 e 2010. Tudo com a anuência da diretoria. Mas também trouxe gols e títulos como o Brasileiro de 2009. O técnico Vanderlei Luxemburgo não se empolga com a vinda do atacante, mas prometeu conversar com ele para ver se ele se consegue se adequar ao projeto do Fla.

Quem contratar Adriano terá que fazer um contrato com muitas cláusulas, a fim de se resguardar sobre polêmicas com festa, orgias e faltas a treinamentos. A torcida promete pressionar pela vinda do atacante.

Parece que teremos mais uma novela no futebol brasileiro.

Rodrigo Stafford
Leia mais

Top 10 NBA - 7 de março

As 10 melhores jogadas da NBA da semana.


Leia mais

Birmingham surpreende. E como

Birmingham venceu a Copa da Liga inglesa ao derrotar o Arsenal por 2 a 1. Surpreendente? Muito. Tal qual a maneira que a torcedora encontrou para comemorar. Dica do amigo Bernardo Pombo, do blog Bola de Meia.
Leia mais

Top 10 NBA - 28 de fevereiro


As dez melhores jogadas da semana na NBA.

Leia mais

O novo uniforme do Flamengo

Adílio, Felipe, Julio Cesar, Leo Moura e Renato apresentaram junto com as taças de campeão do mundo, da Libertadores e Guanabara os novos uniformes do Flamengo para a temporada.

Bonitos? Sem dúvida. A Olympikus acertou tanto no titular como no reserva. Não gostei do de goleiro, mas passa. Outra coisa que ajuda é não ter um patrocinador no peito. Mas a empresa está de parabéns, um golaço.

Rodrigo Stafford
Leia mais

Santos: Sai Adilson Baptista e entra quem, presidente?


O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira, está completamente perdido. Ele demitiu Adilson Baptista por um empate e sem ter a menor idéia de quem colocar no cargo. E mais. Informações falam que o motivo da queda do treinador que perdeu apenas um jogo no ano, se deu porque ele não teria permitido um churrasco de Neymar e cia.

Agora a questão é clara. Quem colocar no cargo? As opções não agradam e o mandatário não se informou sobre a situação de quem desejava. Abel Braga não vem antes de junho. Ney Franco não deve ser liberado, nem por 90 dias como deseja. E agora, Luis?

As opções no mercado são péssimas: PC Gusmão, Dunga, Rogerio Lourenço... A melhor opção seria uma proposta por Joel Santana. O Botafogo não criaria problemas e o técnico poderia levar o time a uma boa campanha na Taça Libertadores.

Fica a dica.

Rodrigo Stafford

Leia mais