Share |

domingo, 6 de fevereiro de 2011

RX2011: Nem o São Paulo sabe do que é capaz


O São Paulo é uma incógnita para 2011. O time passa por uma profunda reformulação. O time de futebol de resultado se transformou em um time de jogadores leves. Será que funcionará?

Há uma base razoável vindo de 2010 e uma boa leva de garotos vindos do CT de Cotia. Bruno Uvini vem para ser uma das primeiras opções de banco. Lucas já é titular do time. Casemiro tem tudo para se tornar titular por conta de seu futebol vibrante. Um volante com boa chegada no ataque. De reforços, apostas. Rivaldo, com seus 38 anos e que teve uma bela estreia. Willian José, que possui uma postura clássica de centroavante mas não sei avaliar ainda sua maturidade em campo. Os dois únicos que vieram com força e confiança são o zagueiro Rhodolfo, que fez um bom Brasileiro 2010 pelo Atlético Paranaense, e o lateral-esquerdo Juan, ex-Flamengo.

Há perguntas que não querem calar. Marlos, Ilsinho, Fernandinho, Rodrigo Souto, Cleber Santana e companhia vão mostrar para o que vieram? Já dá para notar uma mudança de postura do primeiro, que já fez 2 gols no ano, mesmo não iniciando a maior parte das partidas. Já o último, só decepção. E quem virá para ser o lateral-direito e finalmente liberar o Jean para ser o volante indiscutivelmente titular do São Paulo? Quem será o homem-gol do time? Quem será o reserva e sucessor de Rivaldo como camisa 10?

Sem dúvida, está é a grande chance de Paulo César Carpeggiani ter uma boa história em um clube de ponta no Brasil. Seus comentários têm sido bem coerentes como a cobrança pela vibração no time e a busca por reforços que efetivamente cheguem para disputar posição, porque para compor elenco as divisões de base já fornecem bastante gente com potencial.

Provável Time-base: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda (Rhodolfo) e Juan; Rodrigo Souto, Casemiro, Lucas e Rivaldo (Marlos); Dagoberto e Fernandão (Willian José). Técnico: Paulo César Carpeggiani.

Jorge Mendes

0 comentários:

Postar um comentário