Share |

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A mais nova bizarrice dos pontos corridos


Uma cena no domingo passado me chamou a atenção. Revelado pelo Avaí, Marquinhos é torcedor declarado do clube catarinense. Até aí, nada que fuja do comum, dado o grande número de jogadores que já declararam seu time do coração. O problema é que o Santos, seu clube atual, jogou na rodada passada do Campeonato Brasileiro contra seu time do coração. Como para a equipe santista o jogo não valia nada e para o Avaí era um confronto decisivo em sua luta contra o rebaixamento, Marquinhos não jogou.

Não só não jogou como foi à Santa Catarina por conta própria torcer pela vitória do Avaí. Foi flagrado em um camarote do Estádio da Ressacada comemorando a derrota do time que paga o seu salário no fim do mês.

Pelo que foi veiculado à imprensa, o técnico do Santos poupou o jogador da partida por ter conhecimento de sua paixão pelo time catarinense. Mas ainda assim a situação é esdrúxula! Depois de vermos jogadores entrando em campo sem vontade de vencer para não beneficiar times rivais e torcedores pedindo para os jogadores de seu próprio time entregarem o jogo ao adversário, agora tem até jogador comemorando a derrota do próprio time. Será que o campeonato por pontos corridos consegue produzir mais alguma situação bizarra, além dessas?

Renato Stafford

0 comentários:

Postar um comentário