Share |

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A culpa não é só de Roth


Como tudo no Brasil, o vexame histórico do Internacional foi para a conta do técnico Celso Roth. Na minha opinião injustamente. Não que o ache um ótimo profissional. Apenas razoável. Mas ele não pode ser o único responsabilizado pela derrota para o Mazembe. Verdade que ele mexeu mal, mas ele não perdeu gols como Alecsandro, não foi driblado como Guiñazu e , vamos dar o nome certo, não amarelou como D'Alessandro.

Não sei se a permanência de Roth é uma boa, mas em todas as redes sociais vejo que o técnico virou inimigo número um dos colorados. Vale lembrar, que se não fosse por Roth, dificilmente o Inter teria conquistado a Copa Libertadores. Ele chegou mudou o time e fez com que os jogadores sorrissem ao sair do amarrado esquema tático (4-5-1) formado pelo uruguaio Jorge Forsati.

Não dá para pedir que torcedor seja racional, mas Celso Roth não é o culpado pelo vexame do Inter. Pelo menos não o único ou o principal.

Rodrigo Stafford 

0 comentários:

Postar um comentário