Share |

terça-feira, 16 de novembro de 2010

O que Ronaldinho Gaúcho acrescenta à seleção?


Ronaldinho Gaúcho está de volta à seleção brasileira. Aos 30 anos, o meia-atacante do Milan foi convocado por Mano Menezes e será titular do Brasil, amanhã, contra a Argentina. Admito que nunca fui muito fã do gaúcho. Sempre achei que ele era mais um showman, um malabarista do que um jogador de futebol.


Não acho que eu esteja completamente errado, mas também não estou certo. Ronaldinho é, sem dúvida nenhuma, o jogador mais habilidoso do mundo. Nenhum consgue ter tanta intimidade com a bola como ele. Mas sua objetividade é questionável. Futebol é gol e nem sempre Ronaldinho joga em direçao a ele, preferindo passes de efeito.


Em um projeto para a Copa de 2014, Ronaldinho não cabe. Estará com 34 anos e se aos 27 anos, quando estava no auge, jogando no Barcelona, desistiu de sua carreira futebolística para se render aos prazeres mundanos, imagina no fim de sua carreira, quando seu preparo física não será nem sombra daquele garoto que encantou o mundo.


Mano Menezes jogou para torcida e errou. Renovação e Ronaldinho Gaúcho não podem estar na mesma frase.





Rodrigo Stafford

1 comentários:

Renato disse...

Discordo. Sem poder contar com os 2 grandes jogadores que tem pra posição (Kaká e Ganso), acho q foi acertada a decisão de chamar Ronaldinho pro jogo contra a Argentina. Os outros jogadores chamados pelo técnico pra posição, Carlos Eduardo, Phillipe Coutinho e Douglas são muito inferiores que o Gaúcho. Aliás, foi em um erro bobo dé Douglas que surgiu o contra-ataque e o gol argentino.

Ronaldinho possivelmente não estará na Copa de 2014, mas isso não quer dizer que ele não possa ser chamado pra alguns jogos da seleção até lá.

17 de novembro de 2010 18:45

Postar um comentário