Share |

sábado, 23 de outubro de 2010

Vitória pela metade


De G-4 pra G-3, de volta ao G-4 podendo ser G-3. A nova decisão da Conmebol, que mudou a regra no meio da temporada (pelo menos no Brasil), foi uma vitória pela metade da CBF. No fim das contas, o Brasil acabou perdendo a possibilidade de concorrer a mais uma vaga na Libertadores. Se o regulamento fosse mantido, com as quatro vagas no Brasileiro, e a Copa Sul-Americana classificasse o campeão independentemente do país vitorioso, o Brasil poderia ter até sete representantes ano que vem.

Mas, apesar de ser o futebol brasileiro pentacampeão mundial, a Conmebol por rixas políticas e outros interesses prefere ignorar o fato e privilegiar outros países, como o México, por exemplo. E, assim, o país que vai sediar a próxima Copa do Mundo mostra que não tem tanta força assim no quintal de casa.

Agora, além da vaga do campeão Inter e o Santos, vencedor da Copa do Brasil, o país terá mais quatro certas. Ou os quatro primeiros do Brasileirão ou os três, caso o campeão da Sul-Americana for Palmeiras, Goiás, Atlético-MG ou Avaí. A meia vitória se deu porque, até semana passada, teríamos apenas cinco vagas certas, que chegaria a seis em caso de vitória brasileira na Sul-Americana.
Tatiana furtado

0 comentários:

Postar um comentário