Share |

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Os goleiros do Flu






Um dos postulantes ao título brasileiro, o Fluminense gastou muito para isso. Paga salários absurdos para Fred, Emerson, Deco, Muricy Ramalho, isto sem falar nas luvas, que são pagas para o jogador ou treinador, deixar onde está e assinar com o novo time.

Apesar disto, Celso Barros (presidente da Unimed) e Roberto Horcades (presidente do Flu) deixaram um furo muito grande: a camisa um. O Tricolor tem três goleiros na disputa do Brasileirão. Fernando Henrique, Rafael e Ricardo Berna e nenhum tem condições de ser titular.

O melhorzinho dos três é Fernando Henrique. Além de tecnicamente ser superior, tem uma história no clube e uma fase sensacional na campanha da Libertadores, no qual o Fluminense foi vice-campeão. Só que FH quebrou o dedo e só deve voltar no ano que vem.

Rafael é muito ruim. Lento, sem reflexo e, principalmente com péssima colocação. Rafael é especialista em tomar gols de faltas. Já era ruim no Vasco e só está mantendo a falta de talento no Flu.

No jogo de ontem, contra o Botafogo, Muricy barrou Rafael e colocou Ricardo Berna. Os problemas estão longe de acabar. Berna é muito fraco. Cada bola alçada na área tricolor é um ai jesus. Sem falar que o bom posicionamento não é o seu forte.

O Flu pode até ser campeão brasileiro, mas com creteza, o camisa um é para ser riscado do pôster de campeão. Falta de planejamento da diretoria tricolor. E de talento debaixo das traves.
Rodrigo Stafford

1 comentários:

Bruno disse...

E põe AI JESUS nisso!!
Eu que o diga!! hehehe

Só o bom e velho João de Deus salva.. e olhe lá...

18 de outubro de 2010 15:07

Postar um comentário