Share |

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Quem é que chega?


Apesar de apenas nove rodadas terem sido disputadas, algumas impressões já podem ser feitas sobre o Campeonato Brasileiro. A pausa para a Copa do Mundo fez times com potencial subirem e outros não aproveitarem tão bem a parada.

Antes da Copa, o Corinthians era líder. Mesmo ser ter sido brilhante em nenhum momento, o time voltou bem, lidera o campeonato e deve lutar pelos lugares cimeiros até o fim. Bruno César é ótimo jogador e, se Ronaldo quiser jogar...

O Fluminense aparece bem também. Bom time, vem jogando bem e contratou certo. Apesar de Belletti e Deco serem ótimos reforços, podem tirar a velocidade do Tricolor. Mas com Muricy no banco, o problma deve ser brevemente reduzido e o time é forte candidato ao time.



Três times ressurgiram na volta do Brasileirão: Cruzeiro, Flamengo e Internacional. O primeiro trocou de técnico (Cuca entrou no lugar de Adilson Baptista), perdeu jogadores, mas deve se reforçar bem. Tem bom time e, como sempre, vai lutar lá em cima na tabela.

O Flamengo perdeu jogadores, esteve no meio do turbilhão do caso Bruno, mas voltou bem. O time de Rogério Lourenço tem uma forma de jogar. Com três volantes que sabem jogar (Kleberson, Willians e Correa), um craque e um time que marca muito, os rubro-negros estão surpreendendo. O ataque ainda é muito ruim e não é Val baiano que resolverá. Sinceramente, não acredito que o Fla brigue pelo título, apesar da raça de seus jogadores.

O Internacional é uma constelação. se não deu certo com Jorge Fossati, é digícil crer que não dê agora. Trouxe Renan, Tinga e Rafael Sóbis e já tinha Guiñazu, D'Alessandro, Kleber, Giuliano, Alecsandro e outros. As duas vitórias já mostram que Celso Roth está no caminho certo e que vai ser complicado segurar o Inter.

Sobre Santos e Palmeiras não acredito. O primeiro pode até lutar para ficar entre os quatro, mas não creio em sucesso. O segundo reza para Felipão fazer mágica e Kleber gols. Meio da tabela.

O São Paulo tem um técnico muito ruim. Deve perder jogadores e se não se reforçar pode pela primeira vez em muitos anos disputar a Copa do Brasil no ano que vem.
Rodrigo Stafford

0 comentários:

Postar um comentário