Share |

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Mau pagador fora das competições: algum dia no Brasil?


O Mallorca, quinto colocado do espanhol 2009/2010, foi expulso da Liga Europa, competição à qual se classificara graças à boa colocação no nacional. Motivo? Segundo a Uefa, os critérios de admissão do clube não estão de acordo com o regulamento da entidade. Explicando: com problemas financeiros (dívida estimada em 85 milhões de euros - uns 200 milhões de reais), vem tentando negociar com seus credores. Mas como não o fez, cumpriu-se a lei. Ainda cabe recurso, no entanto, ao clube cujo um dos acionistas é o tenista número 1 Rafael Nadal.

Será que um dia algo parecido acontecerá no futebol brasileiro? Clubes sendo punidos pela má gestão de suas receitas? Na Europa, não é a primeira vez que isso acontece. Clubes ingleses já receberam punições severas pelo mesmo motivo. Mas será a Conmebol (o que seria a nossa Uefa) capaz de excluir um grande do Brasil de uma Libertadores porque não cumpriu seus compromissos?


Nem é capaz, nem o fará. Interesses políticos - que também os há na Europa - são muito maiores aqui pela América. Se nem a proibição de jogos em altitude acima de 2.500 metros passa, imagina tirar um Flamengo ou um Corinthians de uma grande competição...


Tatiana Furtado

0 comentários:

Postar um comentário