Share |

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Quem ganha título: CT ou time?



O discurso é batido. Dirigentes, técnicos e jogadores não cansam de repetir. Clube para ser campeão precisa de estrutura. No que se lê: centro de treinamento com vários campos, concentração no local, nutricionista e restaurante próprios, sala de musculação, fisiologista, etc, etc... Certo? Certíssimo. Mas time para ser campeão precisa de... time. E isso o São Paulo mostra ter em abundância.

Entra ano, sai ano, o clube paulista se planeja, mantém parte do elenco e se renova com jogadores para posições específicas, como Alex Silva e Fernandão, este ano. Pode não ter um time brilhante, não encanta como o Santos. Mas sempre é uma equipe competitiva, que entra para ganhar. Tricampeão brasileiro, presença garantida na Libertadores há anos e com campanhas que o levam longe.

A diretoria do São Paulo parece que entendeu que não adianta ter um belo CT apenas. CT não entra em campo, nem ganha jogo. Quem ganha é o Hernanes, o Dagoberto, o Rogério Ceni, o Fernandão. O clube só dá a eles condições boas de trabalho para facilitar. Mas sem eles no gramado, de nada adiantaria. E, por isso, mesmo nem sempre são campeões. Porque são eles que perdem, não o CT.

Tatiana Furtado

2 comentários:

Anônimo disse...

Tcheco no São Paulo?

2 de junho de 2010 12:50
Rodrigo Stafford disse...

Opa! Já corrigido!

2 de junho de 2010 13:22

Postar um comentário