Share |

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Final da Copa do Brasil: barbada





Não é falta de respeito, nem soberba dos santistas que já comemoram o título da Copa do Brasil. Simplesmente não dá para o Vitória vencer o time do Santos. Ainda mais sendo o primeiro jogo em São Paulo, seja na Vila Belmiro ou no Pacaembu. Por mais que se use todos os clichês do futebol, como "caixinha de surpresas", "em campo são 11 contra 11", "não há mais bobo no futebol", não vai dar para os baianos. Os meninos da Vila são favoritíssimos e basta fazerem o que sabem em campo. Levam fácil a taça.


E levam com muita justiça. A equipe passeou nas primeiras fases. Venceu o Naviraiense por 1 a 0 fora de casa e aplicou uma das maiores goleadas da competição com 10 a 0 na Vila. Em seguida, 4 a 0 no Remo e nem precisou do jogo da falta. Nas oitavas, um 8 a 1 em casa sobre o Guarani que permitiu levar os reservas no Brinco de Ouro. Derrota por 3 a 2, que nada abalou. Quando chegou os confrontos com os grandes, não abriu mão dos gols, mesmo que levasse muitos. Perdeu no campo adversário para Atlético-MG e Grêmio por 3 a2. Sob os olhos da sua torcida, dois 3 a 1, em grande estilo. O jogo duro com os mineiros e os gaúchos só valoriza a campanha.


Adendo: o time do Santos favoritíssimo é o que vemos hoje, com Neymar, Ganso, Robinho, André, Wesley e cia. Resta saber se eles ainda estarão na equipe depois da Copa quando as finais serão realizadas.


Tatiana Furtado

0 comentários:

Postar um comentário