Share |

terça-feira, 25 de maio de 2010

Adriano e Flamengo: separação foi o melhor para os dois



A relação de Adriano com o Flamengo acabou. O contrato do atacante termina dia 30 e só falta oficializar a sua volta para a Itália, desta vez para o Roma. Os dois fizeram certo ao não tentar a renovação? Para mim sim. O fim do Império do Amor, com a saída do Imperador, foi como o fim de um namoro. Ambos tentaram acertar os ponteiros, mas já estavam esgotadas todas as tentativas.

Em pouco mais de um ano de relação, momentos inesquecíveis para todos. Um Adriano triste disse ter reencontrado a alegria ao lado do Flamengo. Clube e torcida também encontraram a felicidade nos seus gols que levaram ao hexacampeonato, que poucos acreditavam. Ao todo, foram 48 jogos e 34 gols. Artilheiro do campeonato. Amor eterno.

Mas o fim começou a se anunciar após a lua-de-mel do título. O Imperador já não se mostrava tão comprometido com o relacionamento. As escapulidas do artilheiro passaram por vista grossa e foram aceitas tanto pelo clube quanto pela torcida, enquanto os gols saíam. Mas na hora em que todos precisavam estar juntos, pela Libertadores, o atacante preferiu as festas, quis dar um tempo e deu mais atenção a outros amigos.


O desgaste foi ficando mais evidente. O Flamengo, finalmente, tentou cobrar do atacante. Mas já era tarde. Até para Dunga tinha sido a gota d´água. O clube ainda assim o apoiou, ficou do seu lado em mais um momento difícil, o perdoou como sempre. Tentaram pela última vez contra o Universidad de Chile. Adriano treinou forte, esforçou-se, quis agarrar a última chance. Não havia mais jeito: um já não fazia tão bem ao outro, a separação era o melhor. O gosto que ficou em Santiago foi a da noite de despedida, com um gol, o passe para outro e o fim de um sonho.

Os torcedores ainda estão magoados. Mas com o tempo a mágoa passará e ficarão somente as lembranças do título brasileiro depois de 17 anos. Agora, cada um deve seguir em frente.



Tatiana Furtado

4 comentários:

Paula Coutinho disse...

O flamengo tem essa mania de se apaixonar por quem nao quer um relacionamento serio...

25 de maio de 2010 13:59
Rodrigo Stafford disse...

Concordo que talvez a solução mais racional seja o divórcio, mas sentirei a falta do que depois de Petkovic é o maior ídolo do Flamengo, na era pós Zico.

25 de maio de 2010 15:54
Sérgio luís rosa disse...

Nossa que lindo ver rever e sempre poder ter essa imagem``Mengão Hexa``está eternizado o momento mais lindo do mundo!

25 de outubro de 2010 20:29
Sergio Luís Rosa disse...

Amigos vocês acreditam em uma melhor equipe assim como eu!

25 de outubro de 2010 20:30

Postar um comentário