Share |

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Button prova que não foi campeão à toa



Tatiana Furtado

Após a quarta corrida do ano, apenas uma certeza: impossível apontar favorito na temporada da F-1. O campeonato está embolado, três pilotos com praticamente o mesmo número de pontos e o líder Jenson Button com vantagem de somente 15 pontos para o quinto lugar, Vettel (45).

O que dá para apontar, antes de iniciar a fase europeia - daqui a três semanas em Barcelona -, é o vencedor dos GPs da madrugada. O inglês Jenson Button, atual campeão, mostrou em duas grandes corridas, ontem e na Austrália, que não ganhou o número 1 no carro à toa. Muitos garantiam que o título do ano passado foi mais uma questão de sorte dele e da BAR, enquanto as outras equipes se acertavam do que de talento.

Pois bem, com carros mais equilibrados neste começo, o inglês, agora numa equipe de ponta, desbancou Hamilton, Alonso, Massa... e na chuva, pista com muito mais dificuldade de pilotagem. Pode não conquistar o bi, mas vem provando que não está tão abaixo dos grandes favoritos.

0 comentários:

Postar um comentário