Share |

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Adriano não está merecendo ir à Copa




Tatiana Furtado


Dunga sempre repete que o principal critério de convocação para a Copa é manter o grupo das últimas campanhas. Mas vale manter no grupo quem não está jogando bem só por confiança? E deixar de fora quem está comendo a bola, mas nunca foi convocado? Dunga acha que vale, eu acho que não.


Adriano é um desses exemplos de confiança, mas que, em campo, ainda não disse a que veio em 2010. Depois de ser um dos reponsáveis pelo título brasileiro do Flamengo, causou mais problemas do que foi solução. Até porque pouco jogou. A eficiência ainda é a mesma: 12 gols em 12 partidas. Mas a maioria em times fracos (se esse é o argumento para não levar o Neymar).


Será que vale levar um jogador que ainda não conseguiu entrar em forma este ano? Que não se mostrou comprometido com o time? Que deu como desculpas a falta de confiança para não jogar no jogo mais importante do Flamengo, contra a Universidad Catolica? E se ele não se sentir bem na Copa, o que Dunga fará?

1 comentários:

Renato disse...

E assim, cresce o lobby por Neymar na seleção...

22 de abril de 2010 13:25

Postar um comentário