Share |

quarta-feira, 10 de março de 2010

Arsenal mantém freguesia dos portugueses


Tatiana Furtado

Mantendo a recente tradição dos ingleses, o Arsenal avançou às quartas de final da Liga dos Campeões, com extrema facilidade. Se na ida, o Porto até surpreendeu e derrotou o time de Arsène Wenger por 2 a 1, no Emirates Stadium, foi totalmente dominado por Arshawin, Nasri e Cia. Os londrinos viram um verdadeiro chocolate da equipe, que ainda sofre com os desfalques de Fabregas, Gallas, Van Persie entre outros. Mas na falta do craque espanhol, o dinamarquês Bendtner deu conta do recado. Pode não ser muito talentoso, mas oportunista é e fez três dos cinco.

Sem desmerecer o poderio inglês, a equipe portuguesa facilitou a vida do Arsenal, principalmente o uruguaio Fucile. Pelo menos dois gols tiveram a contribuição do lateral-esquerdo. E é titular do Uruguai, que pelos selecionáveis que tem não vai longe na Copa. O ataque também foi nulo com outros dois sul-americanos: o colombiano Falcao Garcia e o brasileiro Hulk. Por outro lado, Hélton impediu até goleada maior. E desde 2004, quando ganhou a Liga, os portugueses continuam sendo fregueses dos times ingleses.

1 comentários:

Renato disse...

O tome do Porto é realmente muito fraco. Só de levar 3 gols do Brendtner...

12 de março de 2010 00:57

Postar um comentário