Share |

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O absurdo do rachão


Não sei se nos países europeus é disputado o tradicional rachão antes das partidas. Mas, acho complicado. Lá existe a ideia do futebol profissional e não há nada mais antiprofissional do que o rachão.

Os jogadores apostam muito dinheiro e se empenham muito mais nas peladas do que nos treinamentos. E consequentemente as lesões surgem. Assim, como o goleiro Bruno, que com uma lesão na coxa, está fora da estreia na Libertadores.

O caso mais famoso é do volante Emerson. Em 2002, ele era capitão da seleção brasileira e dando uma de goleiro no rachão, machucou o ombro e ficou fora da Copa do Mundo. O Brasil acabou campeão e Emerson ficou fora.

Até quando a cultura do rachão vai perdurar em terras brasileiras?

0 comentários:

Postar um comentário