Share |

RX2010: O Corinthians vem forte


O Corinthians é uma das equipes mais fortes do Brasil e vai disputar todos os títulos este ano. A constatação é simples, é só ver a escalação que tem jogadores como Ronaldo, Roberto Carlos, Defederico e Tcheco.


O esquema tático de Mano Menezes é simples. Um 4-4-2 bem tradicional, com dois volantes e dois armadores, mas com jogadores que podem mudar o desenho tático. O goleiro Felipe é bom, mas os corintianos não levam muita fé nele em jogos decisivos. As laterais estão bem servidas com Alessandro e Roberto Carlos. Os reservas são os promissores Moacir e Bobô. A zaga formada por Chicão e William não é sensacional, mas correta e muito entrosada. O reserva Leandro Castán é bom jogador.


No meio, as opções são fartas. Na cabeça de área, Ralf e Marcelo Mattos disputam a vaga de primeiro volante. O segundo jogador da posição é o excelente Elias, que faz o time jogar. Quando o Timão é atacado, Elias marca incansavelmente, quando ataca é um bom armador. Seu reserva é o meia Edu, que sabe jogar, mas vive contundido. Os apoiadores Tcheco e Danilo são lentos, mas dão conta do recado. No banco para acelerar o jogo há as opções de Morais, Defederico.


Ronaldo é Ronaldo e qualquer ataque em que ele esteja presente é muito forte. Independente do peso. Para companheiro do Fenômeno, Mano Menezes tem boas opções como os ótimos e velozes Dentinho e Jorge Henrique ou o pesadão, mas inteligente, Souza.


Um ótimo time, com o melhor técnico do país, de Adilson Baptista, promete dar trabalho.
Leia mais

O absurdo do rachão


Não sei se nos países europeus é disputado o tradicional rachão antes das partidas. Mas, acho complicado. Lá existe a ideia do futebol profissional e não há nada mais antiprofissional do que o rachão.

Os jogadores apostam muito dinheiro e se empenham muito mais nas peladas do que nos treinamentos. E consequentemente as lesões surgem. Assim, como o goleiro Bruno, que com uma lesão na coxa, está fora da estreia na Libertadores.

O caso mais famoso é do volante Emerson. Em 2002, ele era capitão da seleção brasileira e dando uma de goleiro no rachão, machucou o ombro e ficou fora da Copa do Mundo. O Brasil acabou campeão e Emerson ficou fora.

Até quando a cultura do rachão vai perdurar em terras brasileiras?
Leia mais

Cicinho e as presilhas

Cicinho foi brincar com o Datena, mas se deu mal.

Leia mais

Guia da Copa do Mundo


Em breve, material completo sobre as seleções da Copa do Mundo da África do Sul.

Aguardem!
Leia mais

Libertadores 2010


Muitos falam que esta é a Libertadores mais fácil dos últimos anos por não ter Boca, River e LDU. Discordo completamente. Se os gigantes argentinos fazem falta, nunca os times brasileiros chegaram tão fortes a esta competição.


O campeão brasileiro Flamengo tem Petkovic, Adriano e Vágner Love. O campeão da Copa do Brasil tem Ronaldo, Roberto Carlos e Danilo. O São Paulo trouxe Cicinho e ainda tem Rogério e Marcelinho Paraíba. O Cruzeiro, vice-campeão da competição, aposta em Kleber, Roger e Gilberto. O Internacional conta com D'Alessandro, Guiñazu e Alecsandro.


Os brasileiros são os favoritos, mas não podemos esquecer o campeão Estudiantes, o Velez e os mexicanos que sempre dão trabalho.
Leia mais

Troca-troca sem ter fim


A cultura imediatista do futebol brasileiro continua a mesma. Hoje, o demitido foi Arthur Neto, do Atlético-GO, que conseguiu levar o time goiano até a Série A do campeonato Brasileiro. Apenas seis times (Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Guarani e São Paulo) mantiveram seus treinadores de 2009.


Apesar de apenas um mês de campeonatos estaduais, cinco times já trocaram de técnico (Atlético-GO, Botafogo, Ceará, Goiás e Palmeiras).


Isto é o que podemos chamar de falta de planejamento.
Leia mais

Rooney fenomenal


Ele já foi chamado de gordo, marrento, mas é craque. Wayne Rooney está jogando cada dia melhor e mostrando que os 20 milhões de libras que o Manchester United pagou ao Everton, quando ele tinha 18 anos, valeram muito a pena.

Nos jogos contra Arsenal e Milan, as atuações foram preciosas. Ele mistura velocidade, posicionamento e um faro de gol incrível. Se a saída de Cristiano Ronaldo fez os Diabos Vermelhos perderem muita qualidade, deu um novo posicionamento em campo à Rooney. E está dando certo.


Vai arrebentar na Copa. Aguardem.
Leia mais

Adeus, Muricy

Durou seis meses a passagem de Muricy Ramalho no Palmeiras. O técnico, que veio para dar o título brasileiro à equipe do Palestra Itália, fracassou. O time palmeirense desandou com a chegada de Muricy. Os jogadores não se entendiam em campo e faltava sintonia entre Muricy e a nova casa.

No Paulistão, o time começou a tomar forma do São Paulo pragmático do treinador, mas comno os resultados não vieram e a defesa falhava muito, ele foi demitido após perder, em casa, do São Caetano, por 4 a 1.

Ninguém se engane. Muricy é bom treinador e entende de futebol. Se não deu certo no Palmeiras, certamente dará em outro lugar. Talvez no Grêmio, no lugar de Silas.
Leia mais

Cristiano Ronaldo, o mais bem pago do mundo


Depois de um breve recesso de carnaval, o Futeblogeando volta com a lista dos jogadores mais bem pagos do mundo. Deu Cristiano Ronaldo na cabeça! O português do Real Madrid ganha cerca de 2,7 milhões de reais por mês. Ibrahimovic vem em segundo com 2,5 milhões. O brasileiro mais bem pago é Kaká, em 5o lugar, que recebe 2,1 milhões mensais.


1. Cristiano Ronaldo (Real Madrid)

2. Ibrahimovic (Barcelona)

3. Messi (Barcelona)

4. Etoo (Inter)

5. Kaká (Real Madrid)

6. Adebayor (Manchester City)

7. Tevez (Manchester City)

8. John Terry (Chelsea)

9. Lampard (Chelsea)

10. Henry (Barcelona)

11. Xavi (Barcelona)

12. Ronaldinho (Milan)

13. Gerrard (Liverpool)

14. Daniel Alves (Barcelona)

15. Ballack (Chelsea)

16. Raúl (Real Madrid)

17. Benzema (Real Madrid)

18. Rio Ferdinand (Manchester United)

19. Kolo Touré (Manchester City)

20. Rooney (Manchester United)
Leia mais

Sensacional, Kleber!

Muito legal a atitude de Kleber. O cruzeiro o negociou com o Porto. O atacante foi até Portugal, viu a proposta salarial, a estrutura do clube e disse não. Por mais que não falem abertamente, Kleber retaliou o time mineiro.

No ano passado, o Liverpool fez uma proposta mais vantajosa para o atacante e para o clube, mas o Cruzeiro não quis. Kleber queria. Nada contra o Porto, mas o futebol português é segundo ou terceiro nível da europa. Kleber é melhor que isso. E mostrou que se o jogador não quer ir, não adianta anuciar a venda.

Na minha opinião, Kleber iria arrebentar na Inglaterra. Seu estilo é parecido com o de Rooney, com um futebol de muita força física, contato e técnica.
Leia mais